quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Yglésio Moyses deixa o PT…


Primeiro suplente de deputado estadual pela legenda, o militante comunicou sua desfiliação, na última segunda-feira, 4, ao Tribunal Regional Eleitoral.
– O cenário lá é imprevisível e eles brigam muito. Quero paz – justificou o médico, ao blog, na manhã desta quarta-feira, 13.
O pedido de desfiliação ao PT
Desde que resolveu entrar na vida político-partidária, em 2012, Yglésio teve intensa movimentação, sobretudo na internet.
Ficou na primeira suplência de vereador, e, em 2013, assumiu o comando do Socorrão I, na primeira gestão de Edivaldo Júnior (PDT)., agitando as redes sociais com campanhas de doação, até ser demitido, cerca de seis meses depois.
Em 2014 foi candidato a deputado estadual, ficando na primeira suplência.
Em 2016 reaproximou-se de Edivaldo e fez campanha ativa na internet; após a eleição, articulou, com outros petistas, uma tentativa de ocupação de espaços, tanto na gestão de Holandinha quanto no governo Flávio Dino (PCdoB).
Blog do Marco Aurélio D'Eça

Nenhum comentário: